Locação de casas e apartamentos cresce 5,11%

Em maio, as 1.539 imobiliárias consultadas pelo CRECISP em 37 cidades do Estado alugaram 2.860 imóveis, o que fez o índice estadual de locação avançar 5,11%, passando de 1,7680 para 1,8583. Em comparação com abril, o número de imóveis alugados foi 49,4% maior no Litoral, 4,42% no Interior e 11,97% nas cidades do A, B, C, D, Guarulhos e Osasco. Na Capital, houve queda de 3,31%.
Os imóveis mais alugados em maio na Capital foram os de aluguel mensal até R$1.000,00, faixa que concentrou 57,71% das novas locações. No Interior e no Litoral, a preferência dos novos inquilinos recaiu sobre os imóveis na faixa de aluguel mensal de até R$800,00, com 62,94% e 51,89% dos novos contratos, respectivamente. Já na região do A, B, C, D, Guarulhos e Osasco, alugaram-se mais casas e apartamentos – 52,44% do total – com aluguel mensal de até R$600,00.
As imobiliárias paulistas alugaram em maio mais casas (56,36% do total) do que apartamentos (43,64%). Elas receberam de volta 1.449 imóveis de inquilinos que encerraram seus contratos, o equivalente a 50,66% do total de novas locações. Segundo os dados apurados pela pesquisa CRECISP, estavam inadimplentes em maio 3,89% dos contratos em vigor nas imobiliárias pesquisadas, 2,99% a menos que em abril, quando a inadimplência chegou a 4,01%.
A pesquisa CRECISP encontrou em Araçatuba o menor aluguel no Estado. Ele variou de um mínimo de R$120,00 a um máximo de R$280,00 pela locação de casas de 1 dormitório em regiões mais afastadas do centro. E o maior valor em contrato assinado no mês foi registrado em Bertioga, onde a locação de apartamento de 4 dormitórios em bairros da região nobre foi cotada a R$ 8.000,00 mensais.
O fiador permanece sendo a principal forma de contratar a garantia de pagamento da locação, em caso de inadimplência do inquilino. Essa foi a forma de fiança adotada em 79,46% dos novos contratos assinados no Interior, em 57,08% no Litoral, em 46,93% na Capital e em 45,3% nas cidades do A, B, C, D, Guarulhos e Osasco.
A pesquisa CRECISP foi realizada em 37 cidades do Estado de São Paulo: Americana, Araçatuba, Araraquara, Bauru, Campinas, Diadema, Guarulhos, Franca, Itu, Jundiaí, Marília, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Taubaté, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião, Bertioga, São Vicente, Peruíbe, Praia Grande, Ubatuba, Guarujá, Mongaguá e Itanhaém.

Venda de imóvel usado e locação de casas
e apartamentos têm forte alta em São Paulo
As vendas de casas e apartamentos usados e a locação de imóveis residenciais tiveram expressiva recuperação no Estado de São Paulo em maio, depois da forte queda registrada em abril. As vendas cresceram 11,72% e o número de imóveis alugados foi 5,11% maior do que o registrado em abril, segundo pesquisa feita com 1.539 imobiliárias de 37 cidades pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (CRECISP).
Um dos motivos para a mudança de sinal nos dois mercados foi o comportamento dos preços e dos aluguéis novos em maio. O Índice Estadual de Preços de Imóveis Usados Residenciais (IEPI-UR/CRECISP) registrou queda de 3,8% em relação a abril. Nesse mês, quando vendas e locação tiveram forte queda, o índice havia acusado aumento de 12,75%. O índice CRECISP mede o comportamento do conjunto de preços médios de imóveis usados e de aluguéis residenciais no Estado, mês a mês. É composto pela média de todos os preços de venda dos imóveis usados e dos aluguéis residenciais contratados em imobiliárias credenciados pelo CRECISP.
“O preço mais baixo é o melhor estimulante para as vendas e a locação, mas no caso das vendas, especialmente, o papel do financiamento é sempre fundamental, e ele se manteve forte em maio”, destaca José Augusto Viana Neto, presidente do CRECISP. “O imóvel é usualmente o bem mais caro que as famílias costumam comprar, daí a importância do crédito bancário para a estabilidade e o crescimento sustentado do mercado imobiliário”, ressalta.
Os financiamentos responderam pela maioria das vendas em três das quatro regiões do Estado que compõem a pesquisa CRECISP. Na Capital, 54,89% das casas e apartamentos foram vendidos com crédito concedido pela Caixa Econômica Federal (CEF) e outros bancos, percentual que foi de 52,65% no Interior e chegou a 71,51% nas cidades de Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Guarulhos e Osasco. Somente no Litoral as vendas à vista superaram as feitas por financiamento, com 52,85% e 38,34% respectivamente.
Casas, as preferidas
As 1.539 imobiliárias consultadas pelo CRECISP venderam 939 imóveis no período, sendo 499 casas (53,14%) e 440 apartamentos (46,86%). O índice estadual de vendas passou de 0,5461 em abril para 0,6101 em maio, um salto de 11,72%. As vendas foram em três das quatro regiões componentes da pesquisa: crescimento de 53,29% nas cidades do A, B, C, D, Guarulhos e Osasco, de 12,54% no Litoral e de 8,67% no Interior. A Capital teve queda de 5,44%.
Os imóveis mais vendidos na Capital foram os de valor superior a R$200 mil, com 69,13% do total de negócios declarados à pesquisa CRECISP. No Interior, os mais vendidos foram as casas e apartamentos com preço de até R$160 mil, que somaram 55,56% dos contratos. No Litoral, 51,11% das vendas concentraram-se na faixa de imóveis com preço de até R$140 mil. Nas cidades do A, B, C, D, Guarulhos e Osasco, os imóveis mais vendidos foram os de preço final até R$200 mil, com 56,33% do total negociado.
A pesquisa CRECISP encontrou em Sorocaba o imóvel mais barato e o mais caro, vendidos pelas imobiliárias em maio: uma casa de 2 dormitórios na região central com preço de R$273,68 o metro quadrado e um apartamento de 4 dormitórios em bairros da zona nobre, a R$6.451,61 o metro quadrado, respectivamente.

Setor de Imprensa / CRECISP
Chrystiane Saggese, Sonia Servilheira ou Juliana Onofri
E-mail: imprensa@crecisp.gov.br

CRECI-SP ::Conselho Regional de Corretores de Imóveis::

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: